Avenida Camilo de Holanda, 826, Centro - João Pessoa - Paraíba

0000-00-00

Blog

SIMED-PB faz reunião entre superintendência da EBSERH na Paraíba, diretores e médicos do hospital universitário de JP

Atendendo a uma pauta extensa de reivindicação dos médicos que trabalham no Hospital Universitário Lauro Wanderley – o HULW, o Sindicato dos Médicos do Estado da Paraíba – SIMED-PB, intermediou uma reunião na quarta-feira, dia 07/07, entre a superintendência da EBSERH na Paraíba, diretores e médicos do hospital universitário, através de uma vídeoconferência.
Entre os pedidos feitos pelos profissionais que trabalham no hospital, está a reorganização das escalas, a reabertura do ambulatório, a distribuição adequada de EPIs, pagamento de adicional noturno, além da regulamentação da teleconsulta. Os médicos pedem ainda o pagamento de insalubridade em grau máximo, já que estão expostos aos riscos de contágio pelo coronavírus.
Durante a reunião, a superintendência do HULW se comprometeu em analisar o pagamento do adicional noturno, retroativamente, tanto para os médicos do regime celetista como para os do regime estatutário. Já em relação ao pagamento da insalubridade, a superintendente Dra. Flávia Pimenta disse que os médicos devem fazer o requerimento eletrônico e que irá cobrar a avaliação técnica de um engenheiro do trabalho para analisar as condições de insalubridade durante o período de pandemia. Foi tratado ainda que os coordenadores, juntamente com a divisão médica, vão reavaliar as escalas de plantão a fim de tornar mais justa a distribuição dos plantões entre os médicos especialistas. Para o presidente do SIMED-PB, Márnio Costa, é necessário que os EPIs sejam disponibilizados conforme as normas técnicas e que o adicional em grau máximo seja implementado com urgência e retroativo no contracheque dos profissionais, já que todos os envolvidos com atendimento ao paciente suspeito ou confirmado para Covid-19 estão expostos aos riscos de uma doença altamente contagiosa, declarada de transmissão comunitária.
Outro ponto importante discutido durante a vídeo-conferência foi a reabertura do ambulatório. Os médicos especialistas estão preocupados com a falta de assistência aos pacientes com outras patologias que precisam de acompanhamento. A superintendência garantiu que está analisando um plano de retomada dos trabalhos no ambulatório, em etapas, a partir da segunda quinzena de julho. O SIMED-PB destacou a possibilidade apontada pelos próprios profissionais da saúde do HULW: as consultas por vídeo chamadas – as teleconsultas, para dar continuidade ao tratamento dos pacientes. Segundo o Dr. Moisés Diogo de Lima, gerente de atenção à saúde, a EBSERH já está providenciando a infraestrutura nos ambulatórios para que isso aconteça.
    Além da direção do SIMED-PB e do HULW, vinte médicos de diversas especialidades e os assessores jurídicos das duas instituições participaram da reunião. Uma nova conversa foi marcada para o final de julho. Foi oferecida pela Superintendente, a participação de um representante do Simed-PB no comitê de planejamento e acompanhamento do combate ao coronavírus da EBSERH/HULW.